Páginas

fevereiro 10, 2010

Inimigos Intrusos...

Gente é época de PIOLHOS, então aqui vai uma explicação científica e resumida do assunto por Dr. Drauzio Varella:

Piolho


O piolho do couro cabeludo (Pediculus humanus capitis) é um inseto que se alimenta do sangue das pessoas e reproduz-se com rapidez. Transmitido de uma pessoa para outra, ele se instala no folículo piloso, ou seja, na base do cabelo, onde deposita seus ovos, as lêndeas, fáceis de serem reconhecidas e que se diferem da caspa porque ficam grudadas no pêlo.


O período de incubação dura de 8 a 10 dias. A infestação ocorre mais em crianças, principalmente nas que freqüentam escolas e estão em contato com outras crianças. Não tratar a pediculose capilar infantil pode acarretar mau desempenho escolar por causa da coceira, noites mal dormidas e, nos casos mais graves, anemia provocada pela hematofagia desses insetos.


Sintomas

· Coceira intensa no couro cabeludo;

· Feridas causadas pelo ato de coçar;


· Marcas visíveis deixadas pelas picadas de inseto;


· Aparecimento de ínguas e infecções secundárias nos casos mais graves de infestação.


Tratamento

É feito à base de inseticidas piretróides de uso local. Depois da aplicação, o medicamento deve permanecer na cabeça protegida por uma touca durante algumas horas.

A aplicação deve ser realizada durante cinco dias consecutivos e repetida de sete a dez dias depois para atacar os ovos que ainda não haviam eclodido na fase inicial do tratamento, que deve ser estendido para toda a família e/ou parceiros, mesmo que assintomáticos. É importante que, nas escolas, sem exceção, os alunos que estiveram em contato com a criança afetada sejam tratados concomitantemente.


O kit de tratamento tópico já vem com pente fino para remover as lêndeas mortas. Já existem medicamentos por via oral contra a pediculose.


Recomendações


· Examine com freqüência a cabeça das crianças;


· Verifique se cílios e sobrancelhas também não estão afetados pelo inseto;


· Troque e lave com regularidade a roupa de uso pessoal e a de cama dos portadores de pediculose. O mesmo deve ser feito com a roupa de todas as pessoas que moram na mesma casa;


· Não use querosene para matar os piolhos e retirar as lêndeas, porque é um produto tóxico;


· Instrua as crianças para não usarem escovas de cabelo ou bonés dos colegas de escola;


· Não se esqueça de que o tratamento da pediculose deve abranger todas as pessoas que convivem no mesmo espaço.


Então galera, olhos vivos, operação pente fino, e se aparecer um intruso, mãos de ferro! Não se esqueçam de avisar na escola, só assim se evita a epidemia. O piolho nada tem a ver com falta de higiene ou de cuidados, portanto, não há do que se envergonhar. Meus filhos ainda não tiveram piolhos, mas eu e a minha irmã, tínhamos piolho com freqüência, sempre depois da piscina do clube. Infelizmente, já ouvi na escola uma mãe dizendo que não avisaria que seu filho estava com piolho porque ele pegou de algum amiguinho que também não avisou tipo “olho por olho, dente por dente”, péssimo!


Fica a dica, aos primeiros sinais de coceira, corra, pode ser piolho!!



Beijocas,


Cris João

Fotos: http://www.zaroio.com.br/i/o/200705040340439.jpg, http://www.mae.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/13135613/300x210 e http://crescer.globo.com/edic/ed101/imagens/crresponde1.jpg.

5 comentários:

Luciana Casado disse...

Acho que piolho é pior em cabelo de menina né?! Ai, me lembro de ter pego uma vez, e quase morri chorando por causa daqueles pentes de dentes bem fininhos que a mãe teve que passar no meu cabelo, eu tenho cabelo cacheado... :\
Bjus, Lu

Sam disse...

odiava ter que passar kwell e pente fino!! hahaha nao judiem dos seus babies é mto traumatizante!! :)
bjs
sam

Dedinhos Lambuzados ! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dedinhos Lambuzados ! disse...

Olá queridas ! Esse bichinho é terrível e recorrente( volta, ou finge que se foi...). Cuidado com esse negócio de inseticida e touca - tem mãe desavisada que pôe baygon ou outros venenos perigosos na cabecinha da turminha ..a intoxicaçãopode ter consequencias gravíssimas !!! Existe no mercado remédio bem mais simples, específicos, e de aplicação tópica tipo xampu. O grande segredo é "catar" - mesmo se usar o remédio.Colocar a cabecinha infestada sobre uma toalha limpa que está no colo do adulto, e partir pra "caça e apreensão dos malvados",passar o pente fino pra ter certeza que expulsou OS PIOLHOS E TODAS AS LÊNDEAS por VÁRIOS DIAS !!!( às vezes temos que retirar com a própria mão-usando as unhas para "puxar a lêndea que fica agarrada ". Ai, que nojo !!!) Já passei por isto, e olha que a Escola onde isto ocorreu era muuuuuito diferenciada $$$$ ... !
Tem gente que tem mais facilidade em "pegar" o tal piolho,para estes MAIOR deve ser o cuidado e inspeção !
Bjs,com muita fiscalização!!!Mammy

Rita Vieira disse...

Tive tanto isso na infância...quando minha mãe conseguiu exterminar de vez os meus, minha irmãzinha entrou na escola e pronto! passou de novo pra mim! nem gosto de lembrar que minha cabeça coça! rsrss...é automático! rsrs...

Cris, obrigada pelo apoio e carinho lá no meu blog. Seu abraço hoje foi especial!

Beijo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Tem mais disso

Related Posts with Thumbnails