Páginas

abril 20, 2010

Vó passa fome?

Esse final de semana foi um intensivão das avós. Tema que eu amo: AVÓ (no feminino mesmo, e mais especificamente materna, a minha avó materna estrelinha que eu amo pra sempre).
Levei os meninos pra visitar minha mãe. Figuraça. Pensa na excentricidade, pode chamar de Diva. Sou ligada no 220, porque ela é o 220!
Sinônimo de bagunça no Quartel. Isso mesmo. Ela ensina a bagunçar, faz bagunça e libera geral, dentro das regras! Naquele espaço e tempo. Brincadeiras de pular, de correr, de equilíbrio. Beija daqui, aperta dali.
As crianças?
A-do-ram. Lembram-se?
Criança gosta de regra.
Aí, dia seguinte foi a vez da outra avó, a mãe do meu marido.
Lá o negócio é em outra rotação, slow motion total, o povo vai morrer de pressão baixa. Ela fala manso, brinca devagar, conta historinhas... Pode, pode tudo, a vovó deixa. Nesse ritmo Caetano de ser. Vem cá que a vovó pega no colinho... Um beijinho... Um carinho...
As crianças?
A-do-ram também! Quem não gosta de dengo?

Aí fiquei pensando na disparidade e nas semelhanças das duas.
Uma vive na pressão baixa, caaaalma... A outra, na correria, na agitação...
Uma loura, a outra morena.  Uma assim a outra assado.
Mas se dão bem, se gostam. Dividem os netos sem problema.
Amam os netos intensamente, como toda e qualquer vó!!!
Entopem os pequenos com comida. Aliás, pergunta que não quer calar: VÓ PASSA FOME?
Não é possível! Saio das duas casas enjoada de ver tanta comida sendo engerida pela mesma pessoa, no mesmo dia!
E os filhos da mãe, comem até jiló!
Em casa, um arroz, feijão e bife é o martírio!
Mas voltando às avós? Elas passam fome, não passam?
Lembro da minha, que me via e fazia uma vitamina. Batata! Era me ver e ligar o liquidificador!
Biotônico Fontoura então... Um vidro por semana.

Esse é o prazer da vó, né?! Ver os caras comendo!
Até a vovozinha da Chapeuzinho Vermelho! O que ela fazia? Bolos!!!!
Elas sentem falta das dobrinhas?
Imagino um encontro de vó, o papo deve ser só esse: "Aaah, minha filha, meu netinho tem 3 dobrinhas na perna, a barriguinha é duas vezes maior que a circunferência da cabecinha!"
Só pode ser isso!

Vou fazer terapia, pra não fazer isso com minhas netas! Elas vão me odiar, pensando na quantidade de gordura/caloria que eu empurraria nas coitadinhas.
Já pensou nisso? Sua barriga pode ser culpa da sua vó!
Seu culote foi culpa dela e das vitaminas de TODAS as frutas do mundo! O meu foi! Certeza.
Mas eu não ligo, porque qualquer comidinha que minha vó me dava vinha coberta de amor. E esse gostinho é o melhor!

Deixem a vovó mimar, alimentar, empurrar comida goela abaixo!
Vó, assim como a gente, tem tempo de validade e ficar sem vó desnutre o coração da gente!

Um beijo e até.

Escrito por Janaína
Fotos: Menino; Coração; Vovozinha

9 comentários:

Leci Irene disse...

Bom dia,meninas! Estava eu a visitar o blog Pratos da bela e ali encontrei um blog que ela gosta e o nome me chamou a atenção: "Recomadres". Ô diacho ! Que ser isto? ehehe e vim aqui visitar.Fiquei simplesmente encantada! Senti aqui muitos sons, risos, brincadeiras, crianças correndo, chorando, rindo... Sons da vida! parabéns! Voltarei! Beijos para a familia de todas vcs!

Fresitas disse...

Amei o post! Não tem coisa mais preciosa do que uma avó! E para elas, sim, comida é amor!
E tudo que elas fazem tem um sabor diferente...
Deixei um selo para vocês lá no meu blog.
Bjo!

Luciana Casado disse...

hahahahahaha acho que toda vó faz o mesmo curso, de mimar e deixar os netinhos bem empanturrados hehehehe
Bjus, Lu

c r i s disse...

Ai que coisa boa este texto, amei!! Me deu uma saudade das minhas avozinhas, cada uma com o seu jeito...bom demais...mmm, temo que quando for avó, vou ser assim ambém, uma fazedora de dobrinhas...bjinhos!!

betty mello disse...

É isso mesmo !!!Ainda bem !!!Mas quando a gente ainda é pequeno gasta tanta energia, caloria etc que não dá pra engordar, não ! O negócio é driblar a avó qdo já somos mocinhas...Mas aí o segredo é levar a avó pra lanchar, jantar, etc... e envolvê-la no papo e dar uma "maneirada" no nosso prato...Na verdade curti muito meus avós e morro de saudades...BJs, Betty

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

hahahaha! adoreiiii o post..é isso mesmo...minha mãe, hj avó do meu Enzo,tem o mesmo costume d e"atochar" comida no menino..e minha vó, a bisa dele, então,nem se fala..basta ver,para falar: ele não vai fazer um lanchinho?/tão magrinhoooo"... hahaha..será que vmaos ser assim também??? só pode! rsrs..bjs e boa quinta!

Simone disse...

Cadê foto da vó oferecendo as guloseimas pros tucos?

Tinha que ter tirado pra gente visualizar o encontro...

Bjs pra vc e pras vovós!!

Dani Etoile disse...

Delícia de história, me indentifiquei demais!!! Avó só muda de endereço... rsrsrsrs
beijinhos,
Dani

Janaína (Abacate) disse...

Leci, iremos sim visitar vc!

Fresitas, comida de vó tem tempero secreto, só pode ser isso,,,rs

Lú, vó podia tomar suco de Faz de Conta e nunca ir embora, né?

Nossa Cris, vou seguir todas regras de ser vó e assim vou ganhar da minha, serei a melhor... rs

Betty adorei a ideia de dar um "nó" nas avós!

Verdade,Simone, faltou a foto da vó dando comida a eles!

Dani, avó podia ter o mesmo endereço que a gente, né?!

Mãe Mochileira, queria tanto que minha vó me falasse HOJE que eu tô tão magriiiinha... rs


Que bom que gostaram do post!
Conitinuem lendo! E comentando, Claaaro!
Beijos
Jana

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Tem mais disso

Related Posts with Thumbnails