Páginas

abril 21, 2011

Ego estrelar

Filho estrela.
Taí um assunto que rende.

O que torna seu filho uma estrela. Depende do que é uma estrela pra você.
Temos a estrela do céu, a cadente, a da tv, aque se destaca entre os outros alunos, a prefirida da casa.
Existem muitas estrelas. E com certeza a principal são nossos pequerruchos.
Mas qual estrela você está ensinando seu filho ser?

O PP sempre foi a estrela da inteligência, um lord, uma criança gênio. Uma criança.
O João era estrela presente, o bebê mais lindo do mundo, o mais traquina, o mais safado, o mais "gatchinho" como ele mesmo diz. Outra criança.

E eu preciso me policiar quanto a isso: são crianças!
Embora cada um tenha sua habilidade, são seres em contrução. Preciso deixar claro que são lindos a sua maneira, inteligentes individualmente e extremamente necessários pra mim.
É impressindível que percebam seu lugar ao céu. São estrelas, mas de posições diferentes.

Conseguiram captar? Tô falando da autoestima de cada uno.
Preciso trabalhar em mim, que tanto um quanto o outro será um grande homem, quando sua segurança estiver sólida. E isso, começa aqui em casa. Por mim, pelo pai...

Depois de 3 dias de gravações sobre o João, vi e ouvi pelo Pedrinho que ele não tava servindo pra nada ali. (e neste morrendo completei meu desencarne)
Como assim, não serve pra nada???

Serve sim! E muito.
Pra mim, pra você e principalmente pra ele mesmo.
Essa massagem de ego é complicada e deve ser moderada. E como eu vou saber?
Porque o João se olha no espelho e diz: "Oi, gatchinho!" O outro diz que não serve pra nada. Lembrando que eu amo os dois no nível 10 do amor de mãe, o nível máximo, sabe?!

Pois é, a gente tem que ensinar/mostrar/demonstrar/provar que são especiais, que são importantes, que são imperfeitos e que a gente não vive sem eles, o tempo todo e com moderação.

Vôticontá, não é fássio!!!

Agora sem brincadeira, foi perrengue, mas consegui com que o PP reconhece seu brilho, seu tamanho e sua devida importância. Muita conversa e chororô, meu e dele.
Agora fica a dica: isso deve se repetir muitas vezes. Converse/mostre/demonstre o quanto são estrelas diariamente.

Um adulto feliz surge de uma criança segura e confiante. Pense!
Mostre os defeitos com soluções pra cada um. Aponte suas qualidades e elogie, elogie e elogie. Nunca será de mais.

É isso.
Um beijo e até.

Por Janaína
Imagens Google



3 comentários:

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Vc está certissima..cada um brilha a sua maneira,cada um tem seu jeito,seu brilho,suas particularidades..e coração de mãe ama todos iguais..e sofre com isso,viu!hehehe..
Beijos e estou super curiosa para ver a matéria!
Beijos e feliz pascoa para todas as recomadres!!
;-)

Chris Ferreira disse...

Oi Jana,
ótimo esse post. Ótimo esse assunto. Aqui também trato muito da auto-estima das minhas meninas. Até porqeu uma tem de sobra e a outra em falta. Lido com isso diariamente e me corta o caoração quando vejo a minha mais velha se desvalorizando.
Mas a cada dia ela está ganhando mais confiança.
O grande dessafio é entender a linha até onde ela realmente está se sentindo para baixo ou está usando isso para me manipular. As vezes rola uma manipulação pois ela já percebeu a minha atenção para esse assunto. Aí só instinto de mãe mesmo e muita conversa sempre.

Espero que a Páscoa de vocÊs tenha sido muito feliz e com muitos ovos.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Oi..passando para desejar a todas vc do Recomadres que eu adoro,um FELIZ DIA DAS MÃES!!! beijos especiais a vcs todas,meninas!!!
;-*

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Tem mais disso

Related Posts with Thumbnails